dermatologia-cirurgica-drapaulayume.jpeg

Dermatologia Cirúrgica

Dentro da grande área da dermatologia, o médico dermatologista realiza procedimentos cirúrgicos, tanto para auxílio diagnóstico, como para tratamentos de lesões benignas e malignas na pele, mucosas, cabelo e unhas.

Muitos desses procedimentos podem ser realizados no próprio consultório médico dermatológico. Contudo, no caso de cirurgias maiores, o ambiente hospitalar também pode ser indicado para conforto e segurança do paciente.

Crioterapia

Crioterapia é uma técnica na qual se utiliza o uso controlado de temperatura extremamente baixa, para destruição de uma lesão de pele através de sua congelação e descongelação. 

Cauterização Química

Trata-se da aplicação de uma substância cáustica ou ácida sobre uma lesão, com o objetivo de removê-la. As substâncias mais utilizadas são o ácido tricloroacético (ATA) ou o ácido nítrico fumegante (ANF)

Excisão de tumores malignos e reconstrução

A maioria dos cânceres de pele são curáveis apenas com sua retirada, sem necessidade de nenhum tratamento extra.

Biópsia

Procedimento dermatológico que consiste na retirada de pequenos fragmentos de pele, couro cabeludo, unha ou mucosa para análise histopatológica.

Pequenas Cirurgias

Cirurgias de pequeno porte, realizadas em sua maioria no próprio consultório, com uso de anestésico tópico em creme ou anestésico infiltrativo na pele.

Cirurgia Micrográfica de Mohs

A cirurgia micrográfica de Mohs pode ser considerada a técnica mais refinada, precisa e efetiva para o tratamento dos tipos mais frequentes de câncer da pele.

Infiltração intralesional de medicamentos

Consiste na aplicação injetável na pele de medicamentos para tratamento de algumas doenças.

Excisão de lesões benignas de pele

A retirada de tumores benignos de pele, como cistos sebáceos, cistos triquilemais, pintas e lipomas, podendo ser realizada em ambiente de consultório ou hospitalar quando necessário.

Cirurgia de unha encravada

Unha encravada, ou onicocriptose, é o nome que se dá quando uma ou ambas as bordas das unhas penetram na pele ao redor durante seu crescimento.